Notícias

10.abr.2018
INAUGURADA NA FLUL EXPOSIÇÃO SOBRE A VIDA E A OBRA DO PADRE MANUEL ANTUNES

EXPOSIÇÃO ITINERANTE FOI HOJE APRESENTADA NA FACULDADE DE LETRAS, EM CONJUNTO COM AS INICIATIVAS DO CENTENÁRIO COMEMORATIVO DO NASCIMENTO DESTE ILUSTRE JESUÍTA.    Ler mais »

27.jan.2018
LANÇAMENTO | APONTAMENTOS PARA A HISTÓRIA DA PROVÍNCIA PORTUGUESA DA CONGREGAÇÃO DA MISSÃO (vol. 2)

Apresentado o segundo volume da publicação integral desta obra de referência para uma história dos Vicentinos em Portugal.    Ler mais »

15.jul.2017
LANÇAMENTO DO LIVRO A ANATOMIA DO PRESENTE E A POLÍTICA DO FUTURO

TEXTOS EMBLEMÁTICOS DE MANUEL ANTUNES REUNIDOS EM VOLUME SOBRE PORTUGAL, A EUROPA E A GLOBALIZAÇÃO    Ler mais »

24.mai.2017
A IDEIA DE PORTUGAL NA OBRA DO ABADE BAÇAL

COMUNICAÇÃO APRESENTADA À ACADEMIA PORTUGUESA DA HISTÓRIA, POR JOSÉ EDUARDO FRANCO, EVOCA SACERDOTE TRANSMONTANO E SEU PENSAMENTO EM TORNO DA IDEIA DE PORTUGAL.    Ler mais »

20.mai.2017
LANÇAMENTO | APONTAMENTOS PARA A HISTÓRIA DA PROVÍNCIA PORTUGUESA DA CONGREGAÇÃO DA MISSÃO

Primeiro volume inaugura a publicação integral de obra de referência para uma história dos Vicentinos em Portugal.    Ler mais »

10.mai.2017
PORTUGAL CATÓLICO. A BELEZA NA DIVERSIDADE.

NOTA DE IMPRENSA - UM LIVRO GRANDIOSO, PARA SER OFERECIDO AO PAPA NA SUA VISITA A PORTUGAL, POR OCASIÃO DO CENTENÁRIO DE FÁTIMA.    Ler mais »

19.set.2015
MEDALHA DE MÉRITO CULTURAL ATRIBUÍDA A JOSÉ EDUARDO FRANCO

DISTINÇÃO DO GOVERNO DE PORTUGAL ENTREGUE PELO SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA EM CERIMÓNIA SOLENE.    Ler mais »

29.abr.2014
LANÇAMENTO - TRÊS ENSAIOS EM ESTUDOS CLÁSSICOS E HELENÍSTICOS

18H30 || ANFITEATRO 3 || FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA (CIDADE UNIVERSITÁRIA)    Ler mais »

14.out.2013
OBRA COMPLETA PADRE ANTÓNIO VIEIRA

CONSIDERADA UM DOS ACONTECIMENTOS CULTURAIS DO ANO. SESSÃO NO GRÉMIO LITERÁRIO. 19H.    Ler mais »

4.abr.2013
OBRA COMPLETA PADRE ANTÓNIO VIEIRA

SESSÃO DE LANÇAMENTO NA AULA MAGNA DE LISBOA.    Ler mais »

24.mar.2013
LANÇAMENTO

REVISTA LETRAS COM VIDA N.º 5 - CCB - LISBOA - 18H    Ler mais »

23.mar.2013
LANÇAMENTO

"Jesuítas e Inquisição. Cumplicidades e Confrontações", de José Eduardo Franco e Célia Cristina Tavares.    Ler mais »

13.mar.2013
A MULHER NA LITERATURA E NA IMPRENSA

NOVA EDIÇÃO DA TERTÚLIA LETRAS COM(N)VIDA, COM LÍDIA JORGE ANA PAULA TAVARES E SOFIA BRANCO.    Ler mais »

25.jan.2013
EXPRIMER SON OPPOSITION: LES ANTIS AU XXÈME SIÈCLE

APRESENTAÇÃO DO CONGRESSO INTERNACIONAL "CULTURA(S) EM NEGATIVO".    Ler mais »

10.jun.2012
CENTRO DE ESTUDOS JESUÉ PINHARANDA GOMES

Inaugurado no Sabugal o núcleo bibliográfico constituído pela biblioteca pessoal do autor.    Ler mais »

19.mai.2012
Conferência "Pombal e os Jesuítas"

Sábado, 19 de Maio, pelas 21h30, no Auditório da Casa da Baía, em Setúbal.    Ler mais »

3.out.2011
LANÇAMENTO ARQUIVO SECRETO DO VATICANO E REVISTA LETRAS COM VIDA

03 DE OUTUBRO - SALÃO NOBRE DA REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA - CIDADE UNIVERSITÁRIA - 18H30    Ler mais »

26.mai.2011
CATHOLICISM AND POLITICAL BOUNDARIES

DIAS 30 E 31 DE MAIO, NO ICS    Ler mais »

7.mar.2011
MESTRADO EM CIÊNCIAS DA CULTURA JÁ CONTA COM DOIS MESTRES

APROVADAS DUAS PRIMEIRAS TESES COM AVALIAÇÃO DE MÉRITO    Ler mais »

6.jan.2011
ÉDIPO E A CULTURA EUROPEIA

SEMINÁRIO EUROPA VIVA CONTA COM A PARTICIPAÇÃO DO PROFESSOR JOSÉ PEDRO SERRA.    Ler mais »

11.nov.2010
Texto de Aires Gameiro: O Ser e o Fazer dos religiosos num Congresso Oficina

ECOS DO CONGRESSO DAS ORDENS    Ler mais »

23.set.2010
Lançamento Revista Letras Com Vida

INAUGURAÇÃO DO NÚMERO 1 DA REVISTA DO CLEPUL NA LX FACTORY, LIVRARIA LER DEVAGAR    Ler mais »

2.jun.2010
EDIÇÃO DOMINICANOS EM PORTUGAL

7 DE JUNHO, LANÇAMENTO DO LIVRO EM HOMENAGEM A JOSÉ AUGUSTO MOURÃO, OP    Ler mais »

20.abr.2010
DOIS CURSOS PRÁTICOS: ENEAGRAMA E ANIMAÇÃO DE GRUPOS

INSCRIÇÕES ABERTAS    Ler mais »

17.mar.2010
DON JUAN E O DONJUANISMO

Lançamento público a 20 de Março, na FNAC Vasco da Gama    Ler mais »

8.fev.2010
LIVRO ORDENS E CONGREGAÇÕES RELIGIOSAS NO CONTEXTO DA I REPÚBLICA

APRESENTAÇÃO PÚBLICA EM FÁTIMA A 15 DE FEVEREIRO    Ler mais »

26.nov.2009
EUROPA VIVA PROMOVE ROTAS CULTURAIS LIGADAS ÀS ORDENS RELIGIOSAS

Primeiro roteiro integrado na dinâmica do Congresso das Ordens: Viagem a Roma - A Influência da Bíblia na Cultura Ocidental    Ler mais »

12.nov.2009
APRESENTAÇÃO PÚBLICA DO CONGRESSO DAS ORDENS NO PORTO

Centro de Cultura Católica acolheu esta iniciativa de divulgação, no passado dia 4 de Novembro    Ler mais »


CONGRESSO INTERNACIONAL ___________________ A EUROPA DAS NACIONALIDADES

De 9 a 11 de Maio em Aveiro.    Ler mais »


Ler todas as notícias »


Eventos

CONGRESSO INTERNACIONAL UM CONSTRUTOR DA MODERNIDADE: LUTERO-TESES-500 ANOS

Fundação Calouste Gulbenkian / Universidade Lusófona

9-11.nov.2017
Ler mais »

COLÓQUIO INTERNACIONAL GRACIA MENDES NASI

Centro Cultural de Belém - Lisboa

29.out.2017
Ler mais »

III JORNADA EM ESTUDOS DE GÉNERO: O FEMININO NO CONTEXTO ITALIANO E EM LÍNGUA PORTUGUESA

Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

21-23.nov.2016
Ler mais »

SIMPÓSIO INTERNACIONAL REVISITAR VIEIRA NO SÉCULO XXI

FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

7-9.jan.2016
Ler mais »

Colóquio Internacional A INTER E A TRANSDISCIPLINARIDADE NAS ARTES PERFORMATIVAS E AUDIOVISUAIS

Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa - Anfiteatro III

11-12.dez.2014
Ler mais »

CONGRESSO INTERNACIONAL DIOCESE DO FUNCHAL 500 ANOS

Funchal

17-20.set.2014
Ler mais »

COLÓQUIO 900 ANOS DA ORDEM DE MALTA

Fundação Calouste Gulbenkian

27-27.set.2013
Ler mais »

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL - O SUPERIOR INTERESSE DA CRIANÇA NO PROCESSO DE ADOÇÃO: REALIDADES, DESAFIOS E MUDANÇAS

Reitoria da Universidade Nova de Lisboa

9-11.abr.2013
Ler mais »

CONGRESSO INTERNACIONAL ___ PORTUGAL NO TEMPO DE FIALHO DE ALMEIDA (1857-1911)

FLUL - SHIP

21-25.nov.2011
Ler mais »

CONGRESSO INTERNACIONAL ORDEM DA IMACULADA CONCEIÇÃO - 500 ANOS

FÁTIMA

14-16.out.2011
Ler mais »

CONGRESSO INTERNACIONAL - A Europa das Nacionalidades. Mitos de Origem: Discursos Modernos e Pós-Modernos

Universidade de Aveiro

9-11.mai.2011
Ler mais »

CONGRESSO ORDENS E CONGREGAÇÕES RELIGIOSAS EM PORTUGAL

Fundação Calouste Gulbenkian

2-5.nov.2010
Ler mais »

IV CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CULTURAS IBÉRICAS E ESLAVAS EM INTERCÂMBIO E COMPARAÇÃO: Res Publica(s)

Universidade de Lisboa

13-15.mai.2010
Ler mais »

TERTÚLIA LETRAS COM VIDA (A decorrer: 2.º Ciclo - 3.ª Sessão a 26 Nov. 2009 - Mitos e Utopias Lusófonas e Africanas)

Locais: SPA/CompaRes/FNAC Colombo

21.out.2009
Ler mais »

Ver todos os eventos »

IECC-PMA » Biblioteca de Ciências da Cultura » Um Pedagogo da Democracia:

Um Pedagogo da Democracia:
Retratos e Memórias sobre o Padre Manuel Antunes, sj

Capa da publicaçãoAutor(es): José Eduardo Franco (coord.)
Editora: Gradiva
Ano: 2011
Local de edição: Lisboa
Área de Investigação: Grupo de Estudos da Obra do Padre Manuel Antunes e Revista Brotéria

Prefácio de Manuel José do Carmo Ferreira.




APRESENTAÇÃO

Há um reconhecimento surpreendentemente unânime em afirmar que Manuel Antunes marcou indelevelmente várias gerações de alunos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa na segunda metade do século XX. Podemos mesmo afirmar que se construiu aquilo que podemos chamar uma escola de admiração em torno da figura de Manuel Antunes por parte dos alunos e de muita gente que, de diferentes modos, conheceram e conviveram com este Professor de Letras e Padre Jesuíta.

Dois grandes palcos deram visibilidade ao seu extraordinário talento intelectual e grandeza humana: a Casa de Escritores dos Jesuítas, como redactor e director da Brotéria, e as salas de aula da Faculdade de Letras, nomeadamente o Anfiteatro I, onde regeu, entre outras, a célebre cadeira de História da Cultura Clássica.

A sua cultura vastíssima, a sua forma peculiar de ensinar e cativar os alunos pelo poder avassalador do seu saber, o seu exemplo pessoal, o seu modo de acolher, de conversar, de disponibilizar-se, de ouvir, a sua palavra fina e assertiva, a sua forma de pensar e de sintetizar um pensamento acutilante, prospectivo e lúcido sobre o passado, presente e o futuro, a sua direcção e intervenção cultural à frente da Revista Brotéria, o seu empenho pela renovação da Igreja e da Companhia de Jesus, a sua resistência discreta mas proactiva contra o regime ditatorial, a sua capacidade de abertura e diálogo ecuménico em relação ao outro, ao que pensava de maneira diferente, fizeram de Manuel Antunes um mestre da palavra sábia e da vida digna.

A extraordinária produção escrita, primeiramente dispersa em artigos publicados principalmente no órgão por excelência de cultura dirigido pelos Jesuítas, a Revista Brotéria, acompanhada por décadas de magistério exigente na Faculdade de Letras como professor e na orientação espiritual como padre, foram fecundas de linguagem nova, da criação de uma mundividência esclarecida à luz de valores e critérios humanistas e cristãos cimentados numa reflexão que dialogava com as grandes correntes do pensamento e a tornava interrogadora de modelos estáticos e rasgava, de facto, horizontes novos de compreensão do homem e do cosmos.

Todos aqueles que tiveram o privilégio de conhecer e conviver com este homem especial, testemunham a importância fecundante do seu ensino, da sua palavra para a formação de um pensamento crítico, de uma visão profunda da cultura, de uma forma qualificada de ensinar e de estar na vida.

Este livro que aqui se publica acaba por constituir uma espécie de caixa de ressonância de memórias, de testemunhos, de depoimentos, de fragmentos, de retratos e de retalhos, uns depositados por escrito sobre diferentes formas e registos, outros, a maioria, recolhidos expressamente para este livro.

A preparação desta obra começou mais exactamente no ano de 2005, no contexto da homenagem nacional realizada a Manuel Antunes que promovemos com uma equipa vasta de conterrâneos, admiradores, conhecedores e jovens reunidos sob os auspícios da Casa da Comarca da Sertã e da Câmara da Sertã e que teve o decisivo apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. Assinalando os 20 anos da Morte de Manuel Antunes, não se quis deixar submergir pelo olvido a memória deste homem invulgar e a sua inspiradora obra. Neste ano multiplicaram-se várias iniciativas que culminaram com um grande congresso internacional na Fundação Calouste Gulbenkian subordinado ao tema geral Padre Manuel Antunes (1918-1985): Interfaces da Cultura Portuguesa e Europeia, e a inauguração da edição dos primeiros dois volumes dos catorze da obra completa deste pensador que muitos consideram um dos maiores do século XX português.

No decorrer daquele ano, em que tivemos a oportunidade de contactar com diversas alunos e amigos do Padre Manuel Antunes, começámos a colher e a reunir, muitos deles sob a forma de entrevistas (umas feitas por nós outras pelo jornalista Manuel Vilas Boas para a TSF, a quem muito agradecemos), depoimentos, memórias e também textos já escritos sobre aquele homem de quem todos diziam ter influenciado de forma especial a vida de muitos.

Esta obra é, pois, uma obra testemunhal escrita, na sua maior parte, na primeira pessoa daqueles que aceitaram recordar os traços, os tempos, os factos, os dramas, os sucessos, as expectativas de tempos grávidos de mudança e de transformação vertiginosa tanto em Portugal e como numa Europa marcada por grandes expectativas. Mas esta obra além de por em evidência a excepcionalidade de um pensador e de um pedagogo que teve um papel relevante ao serviço da construção de uma sociedade mais democrática e livre em Portugal, acaba por funcionar como um revelador jogo de espelhos, onde na relação com a figura central e protagonista da obra permite aceder ao conhecimento de factos, acontecimentos, pormenores pertinentes, e mesmo algumas revelações em torno da história da segunda metade do século passado. Este aspecto torna esta obra estimulante e interessante para quem quer estudar e conhecer os enlaces e desenlaces da política, da mudança de regimes, das reformas pedagógicas, das transformações da cultura e da religião.

No processo longo e paciente de reunião e fixação do conteúdo deste livro contámos com a colaboração preciosa de uma equipa de investigação que, de forma dedicada e também ela seduzida pela figura de Manuel Antunes, contribuiu imenso para que pudéssemos hoje dispor deste documento cultural e humano. Por isso, a nossa palavra final é de agradecimento a essa equipa, onde queria penhoradamente destacar os nomes de Patrícia Torres, Cátia Limpo, Ana Filipa Isidoro da Silva, Patrícia França, Paula Xavier e Jorge Monteiro, a maioria deles alunos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e de algum modo herdeiros do legado que Manuel Antunes deixou naqueles que foram depois os professores desta nova geração de investigadores.


(por José Eduardo Franco)